2003 e 2004

4 de Julho de 2003. Eu, Guilherme (Mais uma vez me acompanhando. Obrigado!) e minha nova companheira para os shows da Marina, Beatriz (Um beijão, e muitíssimo obrigado pela ótima companhia!), fomos assistir ao show “Acústico” da Marina Lima no Canecão, que estava previsto para começar às 22:00, e que às 21:30 já estava lotado.

Olhando ao redor, avistei de longe o Beto – irmão da Marina. Decidi ir até a mesa dele e pedir para me levar ao camarim após o término do show para falar com a Marina.  Mostrei a ele e ao pessoal que estava na mesa meu Álbum de de Fotos (o terceiro, dedicado à carreira da cantora Marina de 1996 até 2003,  agora com nova capa). Todos acharam o máximo! Um fato curioso foi que o Beto ainda não tinha visto as fotos que a  Marina  fez para a revista “Playboy” em Novembro de 1999. Eles ficaram com o álbum para poderem ver melhor… Quando anunciou o começo do show, voltei para a minha mesa. Que show!!!!! Marina cantou como há muito eu não ouvia. A apresentação da Marina foi melhor que a do “Acústico MTV”. Além das músicas tocadas no programa da MTV, Marina cantou a inédita “Salvador”, uma versão que ela fez da música “Hollywood” de Madonna, e as novas versões das ótimas “Pierrot” e “Criança”. Depois de encantar a todos que estavam presentes no Canecão com suas músicas e voz, Marina deu um show à parte de simpatia e beleza no camarim, que estava repleto de celebridades e jornalistas.

Como eu havia combinado com Beto, antes de terminar a última música do show, fui para a mesa dele, que já estava me esperando em pé. Fomos para o camarim. E lá chegando estava ela. Marina. Linda. Tirando fotos com alguns famosos… Como aconteceu no nosso último encontro, o filme da minha máquina acabou e eu não tirei uma foto com ela. Mas, em compensação, fotografei a Marina durante todo o show. Música por música (as fotos estão na seção “Galeria de Fotos”. Eu falei para ela que meu site (“O Encanto…”) está o maior sucesso. Ela falou: “É mesmo, que máximo!!!”. E, mais uma vez, ela escreveu no meu álbum… “Welbert, um beijo enorme, e sempre feliz de te ver junto de mim. Beijo e carinho. Marina 2003”.

Dia 10 de Setembro de 2003 eu fui ver a cantora Marina Lima na noite  de autógrafos do seu mais novo CD/DVD “Acústico MTV”, na FNAC do Barra  Shopping.

Quando cheguei, a fila para falar com ela já estava grande…

Marina me reconheceu de longe e piscou o olho para mim. Que mááááááximo! (risos)

Pedi para duas moças que estavam sentadas nas cadeiras da frente (esqueci de perguntar seus nomes… como fui desligado!) tirarem várias fotos do meu encontro com a cantora.

  

Assim que me sentei a seu lado, ela perguntou como estava o meu site e disse que muita gente estava acessando.

Ela escreveu no meu álbum: “Welbert, que bom lhe ver! Quais são as novidades que mesmo eu ñ sei ainda!? Obrigada pelo carinho desses anos todos. Marina Rio, Set. 2003”. Eu disse  a  ela que no nosso último encontro foi mais difícil entrar no camarim. E que eu só havia conseguido porque fui com o Beto, seu irmão. Foi então que ela me disse: “Que nada!

Marina me falou algo que eu esperava há muito tempo ouvir. Mais precisamente 16 anos. Ela se virou e chamou uma moça da produção. E disse: “Bia, este é Welbert. Um fã há muito tempo.  Ele tem tudo!  Dê para ele o telefone da Produção…” Siniiiiiiiiiiiiiistro… fui às nuvens! (risos) Foi o melhor encontro que tive com a cantora. Agradeci muito às duas…

Ouvi uma pessoa me chamando… era uma amiga minha. Andréia Neves. Só nos conhecíamos por telefone e e-mail. Detalhe: foi ela quem me disse que haveria esta noite de autógrafos – serei eternamente grato a ela por isso (Déia, se você estiver lendo, um beijão e obrigado! De coração!). Depois, um camarada, que eu também só conhecia por e-mail, me chamou. Pedro Neves. Veja que coincidência: nós três (eu, Andréia e Pedro) temos o mesmo sobrenome. Era o destino nós nos conhecermos…

Quando a cantora já estava indo embora, tive a brilhante idéia de tirar uma foto da Marina com a ‘galera’ – fãs da cantora e visitantes do site “O Encanto de Marina Lima”.

 

No final da noite, eu, Andréia, Carol, Fabíola, Guilherme e Wallace, fomos comemorar o nosso ‘grande encontro’. Foi D+ para mim!!!!!! Esta noite será memorável.

5 de Novembro de 2004. Eu meu primo Guilherme fomos ao Morro da Urca para assistir à apresentação da cantora Marina Lima no evento “Oi Noites Cariocas”.

A cantora estava divina! Animada e espontânea, ela fez uma superapresentação, muito bem acompanhada por Fábio Fonseca nos teclados e vocal, Fernando Vidal, guitarras e vocal, Cuca Teixeira, na bateria e Edu Martins, também nos teclados, baixo e programação eletrônica. 

No repertório, Marina cantou músicas do começo de sua careira, pérolas, como “Fullgás”, “Uma Noite e 1/2” e “À Francesa” e algumas músicas mais recentes, como “Estou Assim” e a inédita “Salvador”, uma versão para a música “Hollywood”, de Madonna.

As fotos da apresentação da Marina estão na seção GALERIA DE FOTOS/APRESENTAÇÕES AO VIVO.

Ao final do show eu fui falar com a Marina. Enquanto esperava, conheci a Cláudia de BH. Nós falamos um pouco de tudo sobre a carreira da Marina (A-DO-REI te conhecer! Se você estiver lendo, um beijo especial).

Pedi para chamar a Bia Wetzel (ela me falou que a Marina estava se trocando para receber as pessoas no camarim). Em seguida a Débora Baldelli veio falar comigo e me levou até a cantora.

Eu e Marina nos encontramos mais uma vez. E, é lógico que ela escreveu no meu álbum.

Para lembrar sempre desta noite, pedi para sermos fotografados: Bia, Débora, eu e Marina.

Foi uma verdadeira “Noite Carioca”. Com direito a passeio no Bondinho do Pão de Açúcar e tudo o mais que eu tinha direito. Enfim, o máximo!

Anúncios