“BELAFERA”

Marina você é uma

fera

menina

você não sabe mas é uma

rosa felina

Deixe que eu cante teus olhos

Marina

deixe teus olhos cantarem

menina

deixe cantar as meninas dos olhos

olhos de fera felina

Marina

Deixe cantar os teus olhos

menina

deixe eu dançar com teus olhos

Marina

deixe que caia essa luz

sol/ferina

sobre teu corpo que dança

Marina

Pã é o Deus da pantera

mar é o céu de Marina

você que não sabe que é fera

menina

você que não sabe que é rosa

felina.

O poeta  Haroldo de Campos  fez este poema para a cantora Marina logo após ter assistido ao seu show “Virgem”, em São Paulo, em Março de 1988.

Anúncios