2009

10 de Janeiro. (JB Online) “Glória Maria será uma das celebridades na platéia da Sta. Ephigenia” – RIO – A grife Sta. Ephigenia, que desfila domingo, às 19h30, no Fashion Rio, terá na fila A a presença de celebridades como Glória Maria, MARINA LIMA e Gisella Amaral. Na passarela, modelos como Ana Claudia Michels e Viviane Orth apresentam as novidades da coleção Outono-Inverno de Luciano Canale, que traz inspiração nos anos 80. Delineando a coleção, o olhar europeu sobre as belezas da cultura africana vem com muitas transparências, nudes, off-whites, cinzas e grafismos nas estampas. (da Redação)

12 de Janeiro. (Thiagohenrick.blogger.com.br) “Especial Marina Lima” – Hoje o EnTHulho prestigia uma das cantoras que não sai do playlist de TH na fase atual: Marina Lima! Marina Lima sempre foi uma das vozes rouquinhas que mais me encantavam. Com um tino fácil para fazer hits, Marina desempenhou um papel importante pra música popular brasileira, o de ser a cantora pop-jovem mais atuante na década de 80 e em grande parcela da de 90. No entanto, ela começou nos anos 70, onde musicava as letras de seu irmão, o poeta Antônio Cícero, e, ainda que timidamente, mostrava composições próprias. A parceria rendeu grandes pérolas e preciosidades da MPB. Marina não apenas lançava material seu, como também era uma intérprete competente, lançando mão de versões de Cazuza, Renato Russo, Tom Jobim, Lobão, Caetano Veloso, Roberto e Erasmo Carlos, e até de Timbalada! E conseguia muito bem exprimir “sua cara” na versão, dando o toque “Marina” no resultado final desses trabalhos. Ela mesma fala, em sua infância sem graça que passou nos Estados Unidos, que Tom Jobim era sua maior influência e que a principal fonte para manter as raízes com o Brasil estando lá era a música. (por Thiago Henrick)

28 de Janeiro. (Globolog.com.br) “Marina no ‘Personalidade Globo FM'” – A cantora e compositora Marina Lima será a artista do próximo “Personalidade Globo FM” (sábado, 31). Desta vez, os ouvintes escolhem o repertório. (por Pedro Henrique Martins)

3 de Fevereiro. (TVBrasil.com.br) A cantora Marina Lima participa do programa “Conversa Afinada” e canta alguns sucessos.

12 de Fevereiro. (O Fuxico.com.br) “Fim” – Apesar do sucesso de seu blog, Marina Lima desistiu de continuar com o espaço virtual. A cantora mandou uma mensagem para seus fãs, avisando que o blog chegou ao fim na quarta-feira (12). “Até. Este espaço vai terminar. Quero agradecer do fundo do meu coração o carinho que recebi aqui. Tantas pessoas do bem escreveram coisas lindas, sensíveis… Tive provas de que não sou tão só assim, e posso ser compreendida também. Lembrarei de vocês sempre, e será uma alegria imensa reencontrá-los no decorrer de minha carreira. Um beijo enorme para todos os amigos que fiz. Levo vocês no coração”, escreveu ela em sua mensagem de despedida. A cantora não deu o motivo pelo qual não irá mais se comunicar com seus fãs pela internet mas, há dias, ela escreveu que pensava em deixar o espaço e iria sair de férias. (por Carolina Higa)

14 de Fevereiro. A cantora Marina Lima participa do show de Frejat no Morro da Urca.

2 de Março. 8 anos de O ENCANTO DE MARINA LIMA.

5 de Março. (A Capa.com.br) “Marina Lima recebe o Troféu Triângulo Rosa” – Começo do ano é chegada a hora do GGB (Grupo Gay da Bahia) divulgar a lista dos premiados ao prêmio Triângulo Rosa, que prestigia os amigos da comunidade gay, e o Pau de Sebo, que ‘gonga’ os inimigos dos LGBTs. Neste ano, o grupo que tem o antropólogo Luiz Mott como um dos membros do júri, premiou com o troféu Triângulo Rosa a cantora MARINA LIMA, por revelar que sua primeira relação homossexual foi com a cantora Gal Costa aos 17 anos. (da Redação)

6 de Março. (Revista Fale!) “Encontro inédito de Marina Lima e Zeca Baleiro marca primeira edição do Clube Nextel em Fortaleza” – Para marcar a chegada da Nextel a Fortaleza, a operadora de telecomunicações móveis realizará a primeira edição do projeto Clube Nextel no Ceará. O evento contará com os shows de Marina Lima e Zeca Baleiro, no espaço de evento La Casa, dia 12 de março. O anfitrião do evento Sergio Chaia, presidente da Nextel, receberá um grupo seleto de convidados composto por empresários, formadores de opinião e imprensa. Em outras edições do evento, que já passou pelo Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador e Nova Iorque, o Clube Nextel contou com shows de artistas como Lulu Santos, Vanessa da Mata, Roberta Sá e Zélia Duncan.

12 de Março. (Diário do Nordeste.com.br) “Novos tempos & criatividade” – Depois de São Paulo, Rio de Janeiro e Salvador, chegou a vez de Fortaleza entrar para o Clube Nextel. E para marcar a chegada da operadora de telecomunicações móveis ao Ceará, Sergio Chaia, presidente da Nextel, armou um festão no La Casa Lounge & Restaurant. O governador Cid Gomes e a prefeita Luizianne Lins encabeçaram a lista dos 250 convidados que assistiram ao show de Marina Lima e Zeca Baleiro. (…) Cheia de bossa, Marina Lima preparou um repertório todo especial para dar ainda mais brilho à chegada do Clube Nextel, em Fortaleza. O presidente da operadora de telecomunicações, Sergio Chaia, prometeu e cumpriu: foi uma festa que ficou marcada na memória dos felizes convidados. (por Pompeu Vasconcelos)

15 de Março. (Guia Folha.com.br) “Marina Lima apresenta show no clube Glória, em São Paulo” – A cantora Marina Lima mostra seu novo show “Marina Lima e Trio, em Concerto” em apresentação intimista no clube Glória (região central da capital paulista), nesta segunda-feira (16). Quem abre a noite é a cantora Clara Moreno, a partir das 21h. Os ingressos são limitados e custam R$ 130 (antecipado) e R$ 150 (na porta). No repertório, Marina investe em interpretações de “You’re My Thrill”, de Billie Holiday, em faixas inéditas e sucessos consagrados de sua carreira, como “À Francesa”, “Virgem” e “Fullgás”, cantadas próximo ao público, que poderá se sentar em pufes e almofadas espalhadas pela pista. Em “Marina Lima e Trio, em Concerto”, a cantora estará acompanhada dos músicos Fernando Vidal, Dudu Trentin e Cristiano Galvão. A casa oferece um serviço especial para a noite do show: quem comprar uma taça de espumante, ganha a segunda de graça. (da Folha Online)

16 de Março. (WebradioFM.com.br) “ENTREVISTA: Marina Lima prepara novo CD com duas músicas em inglês” – Prestes a lançar um novo CD, Marina Lima faz em São Paulo, nesta segunda-feira, um quase pocket show. Sua apresentação será no Glória, casa que funciona como uma boate nos finais de semana e comporta pouco mais de uma centena de espectadores. Do Rio de Janeiro, onde mora, a cantora conversou com a Webradio FM por telefone. Falou sobre o que atrasa a música brasileira, como nasceu a vontade de compor em inglês e adiantou o nome de duas canções do próximo álbum. Para Marina, essa é a hora de passar o trabalho a limpo.

WEBRADIO FM: O show que vai acontecer em São Paulo tem chance de permanecer numa temporada?

MARINA LIMA: Eventualmente, sim. Posso até fazer um ou outro show, alguma coisa avulsa. Estou mais ligada no novo disco, que já tem as músicas prontas, estou com vontade de gravar logo. Mas já estive no Glória, tocando numa festa do Alexandre Herchcovitch, a casa é linda, estou looking foward.

WEBRADIO FM: Você tem planos para compor em inglês?

MARINA LIMA: Engraçado você perguntar, comecei a cantar Billie Holiday nos últimos shows (a canção You’re My Thrill) e isso me jogou para um universo da minha adolescência, quando morei nos EUA e comecei a compor em inglês. O CD novo deve ter duas canções em inglês e talvez até grave You’re My Thrill. Uma delas acho uma mistura de Radiohead com Nirvana, chama-se Keep Walkin’, outra começa em português e termina em inglês, deve chamar De Todas Que Vivi. Só mostrei, por enquanto, para o Edu Martins, que está produzindo comigo.

(SPFW.com.br) É hoje a noite patrocinada pela marca de óculos Vonzipper, que convida para apresentação de Marina Lima, com o show “Marina Lima e Trio, em Concerto” – tudo acontece para comemorar os 15 anos da marca de Alexandre Herchcovitch. O evento é apenas para convidados, mas há um lote limitado para vendas. Tudo acontece no Clube Glória a partir das 22h.

17 de Março. (SRZD.com) “Cesta Básica: Os álbuns clássicos de Marina Lima” – Quando Marina Lima surgiu na cena pop brasileira, no final dos anos 70, foi um verdadeiro alvoroço. A tímida cantora carioca que tinha (e tem) o “Charme do Mundo”, com a sua mistura única de pop-rock com a MPB mais tradicional, arrebatou uma legião de fãs. Com o seu estilo “cool”, e uma voz bela e sensual misturada a composições inteligentes, Marina (que na época não tinha o “Lima” no seu nome artístico) gravou álbuns que até hoje são lembrados. E a Cesta Básica dessa semana vai exatamente relembrar alguns dos trabalhos mais importantes gravados por Marina Lima. A cantora teve a sua estréia no mercado com o álbum “Simples Como Fogo” (1979). O trabalho, de certa forma, foi um pouco incompreendido. Afinal de contas, as pessoas sempre demoram um pouco para digerir o diferente. Mas quando Marina Lima lançou o seu terceiro álbum, “Certos Acordes” (1981), não teve mais jeito. A “Gata Todo Dia” conquistou o seu lugar nas paradas e, se transformou na grande sensação da Música Popular Brasileira, fazendo a ponte com o que hoje chamamos de Rock Brasil. Depois, as coisas ficaram mais fáceis. E, apesar dos problemas pessoais que influenciaram a voz de Marina Lima, a cantora teve a oportunidade de gravar trabalhos brilhantes como “Fullgás”, de 1983, e “O Chamado”, lançado dez anos depois. (por Luiz Felipe Carneiro) Leia  a  íntegra  em http://www.sidneyrezende.com/noticia/33186+cesta+basica+os+albuns+classicos+de+marina+lima

30 de Março. (Zero Hora.com) “Novo CD de Marina Lima terá canções em inglês” – Cantora gravou faixas do seu novo disco em Porto Alegre – Marina Lima esteve em Porto Alegre, entre quinta-feira e domingo, gravando músicas de seu novo CD. Mas se engana quem acha que ela se enfurnou em um estúdio frio e asséptico – Marina passou os dias trabalhando em uma sala de nove metros quadrados, de frente para uma janela que dá vista para uma rua arborizada do bairro Partenon. As gravações foram no estúdio caseiro do baixista paulista Edu Martins, que vai co-produzir o CD com Marina. Graças à tecnologia de ponta, os dois desenvolveram a pré-produção de futuras faixas do disco (confira no quadro as etapas de criação de um disco), praticamente ultimando os arranjos definitivos. Segundo Edu, radicado em Porto Alegre há quatro anos, duas das músicas que foram trabalhadas por ele e por Marina nessas sessões poderão ser faixas-bônus do DVD que a cantora deverá lançar em breve, registrando a turnê do show Lá nos Primórdios. (por Renato Mendonça)

Abril. (Pasta Online Edição 01) “Queridos, ocorreu o seguinte: não tenho assistido TV, ultimamente, por estar mergulhada num novo CD. Mas por conta do simpático pedido de vocês, passei esse final de semana zapeando e procurando algo que pudesse comentar na estreia da coluna “Falando Bem Pelas Costas”. Parece brincadeira. Não dei sorte com nada, não consegui pegar um anúncio ou campanha de que pudesse falar. Nem sou tão exigente assim; volta e meia me deparo com coisas que chamam minha atenção ou que me fazem rir, mas não calhou de passar nada que eu possa destacar ou indicar. E olha que ontem fiquei umas duas, três horas com a TV ligada. Fico aflita por vocês. Como boa virginiana, levo a sério prazos, mas não consegui achar nada. Vou continuar de olho, mas me sentiria melhor se vocês começassem a coluna sem mim. Me comprometo a, assim que assistir algo de que goste, comentar à respeito e enviar para vocês. De todo modo, desejo que a revista comece com pé direito e cheia de novidades bacanas. Assim que der, mando notícias. Bom tudo. Valeu.” (por Marina Lima, cantora e compositora)

1º de Abril. (YouTube.com) Estréia do canal oficial de vídeos da cantora Marina Lima. Acesse http://www.youtube.com/marinalimaofficial e veja, com exclusividade, o trailer do DVD “Marina Lima Lá nos Primórdios”.

7 de Abril. (Vírgila.com.br) “Marina Lima: estou aberta a novos relacionamentos! Seja com homem… ou mulher!” – Em entrevista à Junior, revista voltada ao público gls, Marina Lima disse que está pronta para um novo relacionamento, não importa com quem, pode ser homem ou mulher, no entanto que seja uma pessoa madura! A cantora, que passou por problemas na voz e enfrentou uma depressão volta com tudo agora, e pretende escrever um livro, que vai se chamar “Marina entre as coisas”, onde ela vai colocar tudo: letras de músicas, partituras, relatos sobre seus relacionamentos e todas as outras “coisas” que lhe interessam. De música a mulheres. Em um determinado trecho da entrevista, ela declarou: “As pessoas são tão loucas, tão ciumentas, que eu não posso ser natural. Então, hoje eu não sei quem vai ser o próximo, se homem ou mulher, mas o que eu quero realmente é uma pessoa mais madura, mais velha. Não discrimino idade não, mas a gente só aprende errando. Ninguém nasce sabendo tudo. É experimentando que você aprende, que você conhece o caminho das pedras”. (por Vic Matos)

9 de Abril. (O Fuxico.com.br) “Opções” – Marina Lima volta a atacar. Mas, dessa vez, nada de declarações polêmicas sobre Gal Gosta, com quem a cantora admitiu, em entrevista recente, ter tido um affair. Na edição de abril da Revista Júnior, dirigida ao segmento gay, Marina revela que está pronta para amar novamente, mesmo que, para isso, tenha que namorar…. um homem. Em um determinado trecho da entrevista, ela declarou: “As pessoas são tão loucas, tão ciumentas, que eu não posso ser natural. Então, hoje eu não sei quem vai ser o próximo, se homem ou mulher, mas o que eu quero realmente é uma pessoa mais madura, mais velha. Não discrimino idade não, mas a gente só aprende errando. Ninguém nasce sabendo tudo. É experimentando que você aprende, que você conhece o caminho das pedras”. (por Kathia Natalie)

8 de Maio. (Babado.ig.com.br) “Roberto Carlos sugere música para Marina Lima no show em sua homenagem” – Marina Lima subirá ao palco do Teatro Municipal de SP, no próximo dia 26, com a música “Como Dois e Dois” no ponto. A escolha foi sugestão de Roberto Carlos, que será homenageado por 14 divas da MPB em um show que promete ser histórico, de acordo com a coluna de Mônica Bergamo na Folha de S. Paulo. Para o “Rei”, a canção “ficará perfeita na voz de Marina”, como revelou à diretora Monique Gardenberg. Roberto Carlos irá ao palco apenas no fim da apresentação, em uma participação especial. Ele pediu para ficar na platéia.

17 de Maio. (JB Online) “Marina Lima e Fernanda Abreu ensaiam para o show Elas cantam Roberto” – RIO – Dá para sentir no ar a nuvem de expectativa que paira sobre o show Elas cantam Roberto, dia 26, no Teatro Municipal de São Paulo, como parte da série comemorativa dos 50 anos de carreira do rei. Os ensaios estão borbulhando. No Rio, Alcione e Marília Pêra estiveram, quinta-feira, no estúdio de Guto Graça Mello, diretor musical do show. Marina Lima e Fernanda Abreu passaram, no fim de semana, por lá. (por Heloisa Tolipan, Jornal do Brasil) Confira trechos do bate-bola com as cantoras:

Como foi feita a escolha da música?

Fernanda: – Eu queria algo dançante e procurei no repertório da década de 70. Escolhi Todos estão surdos. Tem uma letra fantástica e influência da Black Music.

Marina: – Eu já havia gravado Emoções e Mesmo que seja eu anos atrás, mas o Roberto sugeriu, agora, Como dois e dois. Ele disse que ficaria linda na minha voz. Gostei tanto que decidi inseri-la no próximo disco.

O que RC representa em sua vida?

Fernanda: – Esteve muito presente na minha infância. Eu tinha até um boneco do Roberto, na época da Jovem Guarda.

Marina: – Suas músicas são uma aula de como se levar a vida. Emoções, por exemplo, fala sobre o orgulho que tenho de toda minha trajetória, pessoal e profissional.

Você já esteve com o rei?

Fernanda: – Quando eu integrava a Blitz, nós fizemos um especial do Roberto e do Erasmo Carlos. Márcia (Bulcão) e eu cantamos O calhambeque.

Marina: – Já nos encontramos umas seis vezes. Soube até que ele, entre amigos, me imita cantando. Fiquei nas nuvens!

18 de Maio. (EGO.Globo.com) “Marina Lima escolheu a música que cantará com o Rei” – Cantoras se apresentam com Roberto Carlos dia 26, em São Paulo. Marina Lima já decidiu o que vai cantar no dia 26 de maio, quando sobe ao palco do Teatro Municipal de São Paulo para o show “Elas cantam Roberto”, parte das comemorações pelos 50 anos de carreira de Roberto Carlos. Como noticiou o “Jornal do Brasil” nesta segunda-feira, 18, a cantora esteve este fim de semana no estúdio do produtor musical Guto Graça Mello, no Rio, para ensaiar. Marina, por sugestão do próprio Roberto, escolheu “Como dois e dois”. “Ele disse que ficaria linda na minha voz e eu gostei tanto que vou inseri-la no próximo disco”, contou a cantora. (do Ego, no Rio)

21 de Maio. (Quem Online) Marina Lima se apresentou no bar Londra, no Rio de Janeiro, na noite desta quarta-feira (20).

27 de Maio. (G1.globo.com) “’Elas cantam Roberto’ lotou o Teatro Municipal de SP nesta terça-feira (26)” – O Teatro Municipal de São Paulo, com toda a sua imponência, tornou-se pequeno na noite de terça-feira (26), quando 20 das maiores cantoras brasileiras da atualidade se reuniram para o show “Elas cantam Roberto”, em homenagem aos 50 anos de carreira do Rei. Mirando suas câmeras e celulares em busca do melhor ângulo – mesmo que de alguns setores só fosse possível enxergar um terço do palco, ou até menos – cerca de 1.500 pessoas presenciaram artistas dos mais diferentes estilos, do axé ao rock, interpretarem as canções de Roberto Carlos. (…) O tão esperado momento lindo aconteceu mesmo quando finalmente Roberto Carlos apareceu para os últimos números. Foi só cantar os primeiros versos de “Emoções” para que a platéia se desmanchasse em gritos de “você merece”. A apoteose se deu quando todas as cantoras retornaram para o ato final, entoando “Como é grande o meu amor por você”, uma de cada vez, ao pé do ouvido do Rei. Os pedidos de bis foram atendidos, e o grupo voltou ao palco para cantar “É preciso saber viver”. Embora nenhuma das cantoras consiga substituir a presença do próprio Roberto Carlos, o espetáculo vale como mosaico de sua obra, tão eclética e universal que pode ser interpretada dos mais diferentes eitos, e com os arranjos mais inusitados. Se Fernanda Abreu mostrou uma versão suingada de “Todos estão surdos”, a atriz Marília Pêra fez uma interpretação dramática de “120, 130, 150 Km por hora”. MARINA LIMA tocou guitarra e transformou “Como dois e dois”, de Caetano Veloso, em um rock. Já Sandy soltou a voz adocicada em “As canções que você fez pra mim”. Mart’nália fez um samba em “Só você não sabe”; ao passo que Adriana Calcanhotto dispensou a orquestra para apresentar, sozinha ao violão, a faixa “Do fundo do meu coração”. (autor desconhecido)

29 de Maio. (O Fuxico.com.br) “Irritada” – Apesar de ter se despedido do blog em fevereiro deste ano, Marina Lima voltou a escrever nele pouco tempo depois. Mas, as mensagens inconvenientes de alguns internautas fizeram a cantora retirar os comentários dos leitores de seu blog. “A internet realmente tem um lado insuportável. Recebo, dos mesmos fakes, uma média de 25/30 e-mails por dia (!), com a mesma lenga-lenga imbecil – milhares de bobagens que não me interessam”, desabafou. “Sou obrigada a fechar os comentários, parar de ler e-mails enviados… tudo por absoluta falta de saco e paciência. (…)Não vou parar de escrever, mas tenho que travar os comentários e e-mails pois não há santo que aguente”. Marina promete continuar a dar notícias aos fãs queridos, com quem gosta de conversar. Mas diz desejar, do fundo do coração, “que me esqueçam”. (por Carolina Higa)

(Blog.globo.com) “O lado quente do ser” – Ainda sobre “Elas Cantam Roberto”. Muita gente me perguntando desde a saída do show até agora quem foi a campeã da noite. Sim, era inevitável essa pergunta, porque debaixo da frase pronta: “todas foram ótimas!”, no fundo todos haviam elegido suas preferidas ou nenhuma. No meio de um show morno e muitas querendo arrasar numa noite de competição implícita, no final meu coração e minha mente só tinham um resultado: Marina Lima. Por que? Marina chegou no mercado na virada dos anos 70 para os roqueiros anos 80 e nunca mais parou. Literalmente, Marina avança os sinais da estagnação com discos que, com o tempo, só melhoram. Já no programa “Mulher 80”, em início de carreira, sua essencial falta de modéstia naquele momento, alertava: não vim pra refazer o já visto e ouvido, vou alterar o passado e completar o presente com a minha personalidade musical. Tudo no Municipal soava cansado e sem novidades, quando ela, num canto direto do palco, subiu na plataforma com sua guitarra e gritou de forma desconcertante: “Quando você me ouvir cantar…”, frase esta que hoje, em sua interpretação, ganha tons irônicos para quem não gosta de seu canto pelo motivo que ela mesmo, corajosamente, quis expor ao Brasil: seu forte problema nas cordas vocais que quase a tiraram de cena no final dos anos 90. Não importa. Há algum tempo atrás, Marina mesmo me disse a frase que define sua atitude na música: “eu não quero concorrer com as cantoras que estão por aí, quero fazer minha música e apresentá-la da forma que acredito”. É o que interessa. De cantoras fazendo a mesmice para se dar bem, o mundo está cheio. De compositoras sentadas no banco da fama compondo rios de canções desinteressantes, minhas prateleiras já transbordaram. De vozes super poderosas que não dizem nada, meu estômago já encheu. Quando Marina passa pelo meu iPod, num incessante modo shuffle em que milhares de canções às vezes passam desapercebidas, sal voz quente e sua música forte e diferenciada saltam aos ouvidos. Sempre paro o que estou fazendo e fico atento e forte. No palco também Marina é uma linda musa: sensual e vibrante, fazendo com que eu corra atrás dela pelos palcos da vida. Agora é esperar pelo CD e DVD resultantes do show e beber do veneno de Marina, sentir um pouco o seu delírio, trocar de lugar comigo e sentir o que eu sinto. Salve Marina Lima! (por DJ Zé Pedro)

30 de Maio. (Jornal O Globo/Segundo Caderno) “Viradão” – Beth Carvalho, na Praça XV, MARINA LIMA, no Leme, e Elza Soares, na Lona de Vista Alegre, estão entre as atrações do Viradão Carioca, promovido pela prefeitura com o apoio da Globo Rio, em junho. (por Patrícia Kogut)

(Blogdomauroferreira.blogspot.com) “Elas Cantam Roberto –  Divas:  Marina  Lima” – Mesmo com seu habitual registro à meia-voz, Marina Lima pôs atitude, personalidade e estilo na sua interpretação de Como 2 e 2 (1977),  música – de Caetano Veloso – que lhe coube no roteiro do  show  Elas Cantam Roberto por  sugestão  do  próprio  Roberto  Carlos. Munida de sua guitarra, a artista mostrou que ter boa voz –  às  vezes  – não é fator crucial para o sucesso de uma interpretação. (por Mauro Ferreira)

1º de junho. (Jornal O Globo) “Livro da Marina” – A cantora Marina Lima está escrevendo um livro. “Não é biografia, são coisas soltas, mas têm histórias da minha carreira também”, diz. (por Cleo Guimarães)

2 de Junho. (O Dia Online) “Marina Lima e Calcanhoto se incomodam por corte em especial do Rei” – Rio – A Globo cortou algumas das cantoras que participaram da homenagem a Roberto Carlos no especial “Elas Cantam Roberto”, exibido na noite de domingo. Marina Lima e Adriana Calcanhoto foram as que mais se incomodaram com a atitude da emissora, segundo a coluna Zapping, do jornal Agora São Paulo. No total, seis das 20 participantes ficaram de fora da edição feita pela emissora: Marina Lima, Paula Toller, Rosemary, Mart’nália, Adriana Calcanhoto e Celine Imbert. A emissora informou que foi apenas uma decisão artística. Mas as cantoras teriam ficado chateadas, pois Ivete Sangalo apareceu cantando duas músicas. Pessoas ligadas a Roberto Carlos também não gostaram dos cortes. Segundo a coluna, o Rei queria que todas as participantes tivessem entrado no programa. A Globo gravou o show “Elas Cantam Roberto” no Teatro Municipal de São Paulo, na semana passada. (As informações são do Terra)

4 de Junho. (O Globo.globo.com) “Espaço Ela homenageia dez mulheres très chic” – RIO – Nesta edição do Fashion Rio, o Espaço Ela fará uma homenagem a mulheres que se destacaram no ano que passou. A equipe do ELA elegeu dez nomes para ilustrar o conceito Très chic, considerando não apenas o trabalho delas, mas também a atitude e a elegância. Com a lista em mãos, o artista plástico Beto Roma fez interferências em fotos da apresentadora Hebe Camargo, das modelos Dalma Calado e Raquel Zimmerman, das atrizes Fernanda Montenegro, Fernanda Torres, Silvia Pfeifer e Camila Pitanga, da cantora MARINA LIMA, da estilista Antonia Bernardes e da historiadora Mary del Priori. Beto criou painéis para o estande, que terá decoração assinada pelo arquiteto Jairo de Sender. (por Melina Dalboni)

6 de Junho. (Último Segundo.ig.com.br) “Marina Lima agita o Viradão Carioca na zona sul do Rio” – RIO DE JANEIRO – A Zona Sul começou sua participação na Virada Cultural com a estreia do Palco Móvel na Praia do Leme. Luiza Possi foi a primeira a se apresentar, às 21h, seguida por Marina Lima, que subiu ao palco às 23h30, meia hora além do programado – prática que já começa a se espalhar pelos palcos da cidade. O Palco Móvel nada mais é que um caminhão adaptado pra palquinho fixo – diferente de trios elétricos, onde o palco fica no alto. Mas o fato em nada atrapalhou os shows, muito pelo contrário: um dos grandes acertos do Viradão Carioca que já podemos perceber nessa primeira noite é a proximidade entre artistas e platéia. E Marina já chegou com torcida a favor e jogo ganho. O público era principalmente formado por locais do Leme e Copacabana, pequeno o suficiente pra qualquer um chegar na grade que separa platéia e palco em questão de segundos – mas volumoso o suficiente para tomar a pracinha no pontal do Leme. O lugar, inclusive, é um dos mais belos cenários escolhidos para esse Viradão. Após um começo de show morno, com duas músicas desconhecidas do público, Marina tomou as rédeas e avisou ao técnico de som: “eu tô achando o som baixo, se vira”. Emendou com um de seus maiores sucessos, “Pra Começar”. Daí em diante seguiu um desfile de hits, incluindo covers como “Ainda é Cedo”, da Legião Urbana, e “Beija-Flor”, da Timbalada. Ainda teve tempo de espetar a TV Globo (muito sutilmente, é verdade) ao contar a história de que o próprio Rei sugeriu que ela cantasse “Como Dois e Dois” em sua participação na gravação do DVD especial de 50 anos de carreira de Roberto Carlos, “apesar de não estar na Globo”. Marina também aproveitou para se identificar com o público, contando que já morou no Leme. Depois anunciou que tinha uma hora de show programado, “e depois a gente vai ver”. Entre as canções que apresentou, destaca-se “Virgem”, com arranjo econômico e soturno na medida certa. Mas a verdade é que a voz de Marina já perdeu a força, e em alguns momentos é possível sentir a intensidade do esforço para manter a melodia minimamente arrumada. Mesmo quando falava ao microfone, sua voz esvanecia. Claro que esses detalhes não importaram para o público, premiado com uma sexta-feira diferente, bem na esquina de casa e de frente pro mar. (por Fred Leal)

(Globo.com) “Marina Lima e Luiza Possi levantam o público no Viradão Carioca” – As cantoras Marina Lima e Luiza Possi levantaram o público do Rio em apresentação no bairro do Leme. O show fez parte do “Viradão Carioca”, que leva apresentações culturais a todos os cantos da cidade pelo fim de semana inteiro. (do Ego, no Rio)

(O Globo.globo.com) “Viradão Carioca: shows de Luiza Possi e Marina Lima levam famílias e crianças ao palco no Leme” – RIO – O Leme virou a noite de sexta-feira ao som de Luiza Possi e MARINA LIMA. Visto por cerca de mil pessoas, o show do Viradão Carioca no bairro teve as duas cantoras no Palco sobre Rodas, espécie de trailer que percorre várias regiões da cidade neste fim de semana do projeto, uma realização da Secretaria municipal de Cultura com apoio do GLOBO, do “Extra” e da Globo Rio. O show começou por volta das 21h40m de sexta, mas antes das 21h o público já tinha começado a chegar ao local – muitos moradores do Leme, vindos de casa de chinelo, e também de Copacabana; casais e famílias com crianças; e gente de tênis, que estava caminhando ou correndo na praia e decidiu ver o que acontecia por ali. Para dar apoio ao evento, a organização do Viradão contou no local com dois carros da Polícia Militar (que não registrou incidentes), duas ambulâncias, reforço da Guarda Municipal e da Defesa Civil, e banheiros químicos. – Moramos em Copacabana, ficamos sabendo do show pela TV e resolvemos conferir – dizia o auxiliar de engenharia Célio dos Anjos, de 53 anos, ao lado da mulher, Ana Lúcia dos Anjos, de 43. – Eventos como esse fazem falta por aqui. Isso é algo que tem que emplacar. (por Alessandra Duarte)

8 de Junho. (Quem Online) “Marina Lima circula no aeroporto” – A cantora Marina Lima foi fotografada nesta segunda-feira (8) no aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, acompanhada de duas amigas.

(No Rock.com.br) “Marina Lima para o Clube Nextel (OC)” – Marina Lima realizou um show exclusivo para os convidados do Clube Nextel, evento que marca o início das operações da Nextel no Espírito Santo. A badalação foi no Hotel Radisson, em Vitória – ES. (por Octavio Bastos)

(Ego.Globo.com) “Marina Lima e Juan Alba dançam de rosto colado em evento” – Uma dupla inusitada chamou atenção durante um evento de telefonia móvel no Espírito Santo. Marina Lima e o ator Juan Alba eram as principais atrações do lançamento da Nextel. Mas nem ela se conteve só em cantar, nem o ator em fazer a chamada presença. Marina cantou, tocou, brincou com a platéia e, no final ainda tirou Juan para dançar de rostinho colado. Depois de curtir o som da cantora e o dois pra lá, e o dois pra cá com ela, Juan ainda atacou de DJ na festa. Intrépidos, não? (do Ego, no Rio)

9 de Junho. (Graacc.org.br) “GRAACC promove show para divulgar McDia Feliz” – Para lançar a campanha regional de divulgação do McDia Feliz, o GRAACC (Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer) promove, na próxima segunda, 15 de junho, show com Marina Lima, no HSBC Brasil (antigo Tom Brasil), para funcionários do GRAACC e sistema McDonald´s, voluntários, colaboradores e empresas parceiras da campanha. O objetivo da festa é divulgar a campanha e incentivar a adesão através da aquisição dos tickets Big Mac antecipados, que podem ser adquiridos no GRAACC, a R$ 8,00 cada. A renda será revertida integralmente à instituição, descontado os impostos.

10 de Junho. (Mixbrasil.uol.com.br) “Marina Lima faz show no lançamento do McDia Feliz” – A cantora Marina Lima fará um show especial em São Paulo durante o lançamento da campanha McDia Feliz. A apresentação rola no HSBC Brasil e é voltada a funcionários, voluntários, colaboradores e empresários parceiros da iniciativa. Promovido pelo McDonalds e Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer, o McDia Feliz pretende arrecadar verba para a instituição. (por Redação)

(MPB FM.com.br) “Festa Sexo MPB 1 ano” – A cantora Marina Lima (na foto com Rodrigo Faour) foi uma das convidadas da festa de um ano do programa Sexo MPB.

(Celebridades.uol.com.br) A cantora Marina Lima esteve na fila A do desfile da grife Redley, no Fashion Rio – Verão 2009.

11 de Junho. (Quem Online) “Marina Lima e Toni Garrido se apresentam no Rio” – Marina Lima e Toni Garrido se apresentaram na noite desta quarta-feira (10), durante a festa de lançamento do programa “Sexo MPB”. Marina dividiu o palco com Ney Matogrosso.

(TV Online.blogspot.com) ”Marina Lima e Ney Matagrosso juntos, em evento carioca” – A noite de quarta-feira (10) reuniu grandes nomes da música popular brasileira no Centro Cultural Carioca, no centro da capital fluminense, para festejar um ano do programa Sexo MPB, da MPB FM, apresentado por Rodrigo Faour. Entre os escolhidos para subir ao palco estavam Ney Matogrosso, Marina Lima, Toni Garrido, Marília Pêra, Eduardo Dusek, Vanussa, a paraguaia Perla, entre outros.  (Postado por João Paulo Del’Santo)

(Te Contei.com.br) “Músicos comemoram um ano de programa de sexo da rádio MPB FM” – A quarta-feira, 10, foi animada para o pessoal da rádio MPB FM. Afinal, quem não gosta de comemorar um ano de sexo? O aniversário de um ano do programa “Sexo MPB” reuniu vários nomes da música no Centro Cultural Carioca, na Praça Tiradentes, no Rio de Janeiro.  Ney Matogrosso, Marina Lima, Toni Garrido, Vanusa, Eduardo Dusek, Gotcha, Frenéticas e até a paraguaia Perla estiveram no palco cantando e contando histórias engraçadas e calientes. O programa “Sexo MPB” vai ao ar à meia-noite de segunda à quinta, na MPB FM, e toca músicas que contribuíram para a história do sexo na música brasileira, com apresentação Rodrigo Faour.  (por Mariana Valle)

12 de Junho. (Jornal O Globo) “Na noite dedicada à MPB sensual, Ney Matogrosso é a grande estrela” – Ney Matogrosso não ia cantar na festa de um ano do programa “Sexo MPB”, da MPB FM, anteontem no Centro Cultural Carioca; ele receberia uma homenagem – um troféu dado ao longo da cerimônia a vários artistas que “colaboraram para tornar a MPB mais sexy” – e assistiria às apresentações dos colegas de sua cadeira. Mas, numa noite dedicada ao lado mais sensual da música brasileira, Ney acabou, naturalmente, tornando-se o grande nome, em meio a intérpretes como Ademilde Fonseca, Lana Bittencourt, Eduardo Dussek, MARINA LIMA, Perla e Vanusa. (…) A sensualidade vista pelo olhar feminino-feminista teve como representantes Fátima Guedes (“Por você eu raspo pernas/ raspo braços”), Marina (que, com Ney, cantou “Nada por mim”) e Vanusa (“Mudanças”). (por Leonardo Lichote)

15 de Junho. (Revista Maneira.com.br) “Marina Lima no antigo Tom Brasil” – Para lançar a campanha regional de divulgação do McDia Feliz, o Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer – GRAACC e o McDonalds promovem um show com Marina Lima, hoje, no HSBC Brasil (antigo Tom Brasil), para funcionários, voluntários, colaboradores e empresas parceiras da iniciativa. O objetivo da festa é divulgar a campanha e incentivar a adesão por meio da aquisição dos tíquetes Big Mac antecipados, que podem ser obtidos no GRAACC, a R$ 8,00 cada. A renda será revertida integralmente à instituição (descontados os impostos) e a expectativa deste ano é vender 248 mil tíquetes antecipados. Os tickets devem ser trocados por sanduíches Big Mac no McDia Feliz, dia 29 de agosto.

O Encanto de Marina Lima agora está no Twitter! Acesse twitter.com/encantodemarina e confira todas a atualizações.

22 de Junho. (O Fuxico.com.br) “Show cancelado” – Um incidente bastante chato ocorreu com a cantora Marina Lima. Ela, que havia sido contratada para um show surpresa pelo aniversário do badalado arquiteto Isay Weinfeld, no domingo (21), nos Jardins, em São Paulo, foi impedida de se apresentar. Quando o arquiteto viu o palco montado, os amigos tiveram que contar a verdadeira razão. Weinfeld, então, resolveu cancelar a apresentação, que aconteceria às 18h. Segundo ele, não estava com espírito para grandes festas. Com isso, a cantora, que viajou num ônibus contratado, acompanhada de sua banda, teve que pegar a estrada de volta ao Rio de Janeiro. Que feio, não é mesmo? (por Michel Telles)

29 de Junho. (Jornal Estado de Minas) “Marina em BH – Papo de música” – Marina Lima é convidada da Academia de Idéias para falar sobre a criação e a musicalidade que marcaram sua vida. Cantora e compositora, Marina Correia Lima nasceu no Rio de Janeiro em 17 de setembro de 1955. Morou nos Estados Unidos dos 7 aos 18 anos, e lá iniciou sua carreira musical, tocando violão. Sua primeira composição gravada foi “Meu Doce Amor”, lançada por Gal Costa em 1977, no LP “Caras e Bocas”. Maria Bethânia quis gravar “Alma Caiada” no LP “Mel”, mas a canção foi censurada por causa do verso “eu não me enquadro na lei”. Marina conversa com a galera hoje, às 19h30, no espaço do Sion.

Julho. (Saraiva.com.br) “Ecopac – Marina Lima Naturalmente” – Produto em pré-venda. Lançamento previsto para 04/09/2009 – Tudo começou com uma produção exclusiva para uma grande rede de supermercados dos Estado Unidos: CDs numa embalagem reciclável e biodegradável. Para celebrar a chegada do ecopac ao Brasil, escolhemos 25 compilações dos maiores artistas internacionais, além de criar uma nova coleção explorando o magnífico acervo nacional: NATURALMENTE ecopac. São 25 títulos dedicados a alguns de nossos maiores artistas. E o repertório dos CDs traz os grandes sucessos, especialmente aqueles em que o artista de alguma forma se deixou inspirar pela natureza. Uma intenção claramente representada no título da última faixa, cuidadosamente escolhida para fechar cada um dos CDs. Viva a música! Salve o planeta!

(Folha Online) “Vintage Marina Lima” – A cantora Marina Lima responde as mesmas perguntas que foram feitas há trinta anos atrás. Marina no passado e no presente.

8 de Julho. (Glamurama.com.br) “Tablado” – Marina Lima investe em nova seara. Glamurama descobriu que a cantora andou ministrando palestras sobre música e tomou gosto pela coisa. Ela já debateu com o escritor Eucanaã Ferraz, fez um “speech” sobre música e criação e tem mais dois eventos encomendados. Ah, e além disso, Marina quer trazer os encontros para São Paulo. Para isso, está à procura de lugares que possam sediá-los. Atenção, culturettes! (por Joyce Pascowitch)

19 de Julho. (ai5piaui.com) “Marina Lima traz para Teresina novo show” – Com repertório inédito, o novo show de Marina Lima traz sucessos como “Maresia” e “You’re my thrill” e releituras de “Dois Durões” e “Carente Profissional”. Em Teresina a apresentação acontece no dia 29 de agosto, na sede da OAB. “Marina Lima e Trio, em Concerto” é um show especial. Em um repertório inédito, Ma-rina Lima canta, ao lado do trio Fernando Vidal, Dudu Trentin e Cristiano Galvão, músicas como “You’re my Thrill”, sucesso de Billie Holiday e “Maresia”, de Paulo Machado e Antônio Cícero, gravado por ela em 1981. O novo show traz ainda grandes sucessos de Marina como “À Francesa”, “Virgem” e “Fullgás”. (por Patrícia Andrade)

4 de Agosto. (JC Online) “Marina Lima será destaque na 8ª Parada da Diversidade em setembro” – A Prefeitura do Recife irá apoiar a 8ª Parada da Diversidade, marcada para o dia 20 de setembro (domingo), no Primeiro Jardim, no Pina, Zona Sul da cidade. Uma série de ações envolverá as secretarias municipais de Educação, Saúde, Direitos Humanos, Comunicação, Serviços Públicos (CTTU, Emlurb e Guarda Municipal), Planejamento e Cultura, para garantir a organização do evento. A Fundação de Cultura Cidade do Recife (FCCR) vai financiar a vinda da cantora MARINA LIMA, além de duas Freviocas que estarão travestidas para a festa; em uma delas o secretário Renato L estará no comando das picapes juntamente com os DJs do Coletivo Sem Loção. Para a festa, a Empresa de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb) reforçará os serviços na Avenida Boa Viagem, tendo intensificados os serviços de coleta e varrição. Com investimento de R$ 30 mil, a Secretaria de Saúde vai distribuir de preservativos e confeccionar material informativo. Arte-educadores também transmitirão aos participantes as informações sobre as Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) e Aids. Para garantir a segurança da Parada, 45 policiais e dois supervisores da Guarda Municipal serão escalados para trabalhar durante o evento. (do JC Online)

11 de Agosto. (Abril.com) “Marina no Jockey de São Paulo”  – A cantora Marina Lima, muito chique, vestindo um conjunto azul com inspiração masculina, esteve no Jockey Club de São Paulo conferindo a nova coleção de verão 2010 da estilista Cris Barros.

18 de Agosto. (Back2blackfestival.com.br) “Marina Lima, dia 30” – Uma das grandes responsáveis por ajudar a definir o pop brasileiro a partir dos anos 80, Marina Lima é carioca que passou a infância nos Estados Unidos, e voltou para modernizar as paradas de sucesso. Em 1984, com o disco “Fullgás”, já era estrela – consolidando sua carreira em hits como “Pra Começar”, “À Francesa” e “Uma Noite e Meia”.

28 de Agosto. (Brasilportais.com.br) “Marina Lima faz show em Teresina só para advogados” – Dona de uma carreira que marcou com grandes hits a música contemporânea brasileira. Quem não lembra de Fulgás, Veneno, Eu te amo você e tantos outros “sucessos” que embalaram as gerações? Seu primeiro álbum, Simples Como Fogo, foi lançado em 1979. Passou algumas dificuldades e teve que abandonar o canto por problemas com a voz. Voltou firme e forte e está aí para animar uma noite, literalmente, magistral.

29 de Agosto. (180graus.com.br) “Marina Lima chega à sede da OAB-PI!” – Tão esperada por 4 mil pessoas presentes na sede da OAB-PI, Marina Lima se preparava para subir ao palco às 23:44:00. A equipe do portal 180graus flagrou a chegada da cantora que preferiu não falar com a imprensa para poupar a voz. No final da apresentação, Marina Lima recebeu a equipe do portal 180graus.

30 de Agosto. (Cidadeverde.com) “Em show, Marina Lima disse ‘ter orgulho do Piauí’” – A cantora Marina Lima pôs fim, neste sábado (29), ao boato de que rejeitava sua origem piauiense. Pelo menos no show em Teresina – para 5 mil advogados e convidados – a cantora fez questão de lembrar para a platéia que é também “filha do Piauí”. “Tenho muito orgulho do Piauí. Aqui tem o melhor ensino do País (lembrando o resultado do Enem de 2008) e todo mundo ficou de queixo caído. Parabéns ao Piauí”, disse a cantora ao iniciar show fechado para advogados no pátio da OAB. Segurando um violão vermelho, vestida com short e meias pretas, Marina Lima insiste: “Meus pais são do Piauí. Tenho ligação com o Nordeste. Nasci em Campo Maior e sou da família Burlamarque Correia Lima”, disse. Em seguida cantou a música “Beija flor”, de Xexéu e Zé Raimundo, e disse que é uma homenagem ao Nordeste. Ela tentou dançar o xaxado e desistiu anunciando ao microfone: “danço mal”. No show, Marina se emocionou ao falar do pai, um assunto bastante reservado, já que a morte dele levou a cantora a entrar em depressão e logo depois perder a voz. “É muita honra estar aqui fazendo uma festa para os advogados. Meu pai estudou Direito, o nome dele era Edwaldo”, disse com a voz embargada. “Minha mãe me ligou e tenho uma relação afetiva com o Piauí. Pra vocês que não me esqueceram um beijo”, disse a cantora na despedida. Marina Lima fez um show com apanhado de seus maiores sucessos como “Fullgás”, “À Francesa”, “Me Chama” e cantou Roberto Carlos e ainda uma música tecno. O show durou cerca de uma hora. Em Teresina ela não deu entrevista, mesmo com a insistência dos jornalistas, e não esqueceu de falar do calor: “Não achei tanto calor aqui. Vocês estão com mania de perseguição. Não tá quente não”, disse Marina. (por Yala Sena)

“Marina se desconcentra e esquece letra de música em show” – O popular “deu branco” na se  desconcentra  e  esquece  letra  de  música em show” – O popular “deu branco” na memória atacou  a  cantora  Marina  Lima  em  pleno  show  durante  apresentação na noite de sábado  (29)  em  Teresina. A  cantora  parou  a  música,  pediu  desculpas  e  admitiu  que  se “desconcentrou” e tentou justificar.  “Ainda estou emocionada com tantas lembranças”,  disse Marina se referindo às declarações que fez  no  show,  da  sua  ligação  com  Piauí.  A  canção que errou foi  “Paris  Dakar”,  uma  espécie  de  tecno  que  conta  a  história da ponte Rio-São Paulo. Após o show, Marina foi bastante assediada no camarim.  Ela não recebeu a imprensa, apenas  diretores  da  OAB  e  fãs  selecionados  pela  assessoria  da  cantora. Em  frente  ao camarim houve tumulto e empurra-empurra na saída da cantora. (por Yala Sena)

31 de Agosto. (Back2blackfestival.wordpress.com) “Marina Lima na cadência do samba” – Não existem barreiras para a música. Na brasileira, menos ainda. Marina Lima sabe disso. Convidada para cantar no show Celebração do Samba ao lado de outros artistas brasileiros, cubanos e africanos, ela quis mais é misturar tudo numa grande epopéia afrobrasileira onde o suingue é quem ditou qual é a verdadeira cadência do samba. “Vejo vários links. O samba é música negra e ninguém tem mais suingue e ginga que o negro”, afirmou a cantora. Marina Lima se apresentou dia 30 junto à cantora Angélique Kidjo, vencedora do Grammy e uma das maiores estrelas da música africana na atualidade. No mesmo show, conduzido por Mart’nália, ainda se apresentaram Dona Ivone Lara, Omara Portuondo (Cuba, Buena Vista Social Club), Luiz Melodia, Maria Gadú, Rodrigo Maranhão, Margareth Menezes, Paulo Flores (Angola) e Mayra Andrade (Cabo Verde). (por Back2Black Festival)

10 de Setembro. (Flickr.com) “Marina faz pocket show no Shopping Leblon” – Meu mundo você é quem faz. Música, letra e dança. Tudo em você é fullgás. Tudo você é quem lança. Lança mais e mais. Vogue Fashion’s Night Out – A Global Celebration for Fashion. O Shopping Leblon foi o único shopping do Rio de Janeiro a participar do Fashion´s Night Out, evento conhecido mundialmente no mundo da moda por celebrar a força da indústria fashion e incentivar o consumo em tempos de incertezas econômicas e retração do crescimento. O evento aconteceu simultaneamente, no dia 10 de setembro, em 14 capitais, entre elas Nova York, Madri, Milão, Paris, Moscou, Londres e Berlim, com ações que mobilizam o consumidor e valorizam a moda mundial já que lojas de grifes famosas ficam com suas portas abertas até a meia-noite no dia do evento. O Brasil estréia este ano no Fashion´s Night Out com celebrações no Rio e São Paulo. Por ser o único representante na capital carioca, o Shopping Leblon planejou algumas atrações para a noite de compras e festa. E quem vai embalar a festa é a cantora Marina Lima, sinônimo de elegância no cenário musical carioca.

11 de Setembro. (RG Vogue) “FNO Shopping Leblon” – Marina Lima. Oba! Ela cantou por ali na Armani, ela contou para RG sobre a compra que a deixou mais feliz: “Meus 3 cães, que sempre me dão carinho quando eu preciso”.

(Bitsdamadrugada.com.br) “Marina Lima faz pocket show em evento de moda no Rio” – Foi muito bom ver Marina Lima feliz. Depois de uma interrupção em sua carreira por conta de problemas com a voz, Marina tem voltado a se apresentar, sempre em shows pequenos. No ano passado ela se apresentou no Clube Glória, em São Paulo. Esta semana foi a vez dos cariocas verem o pocket show de Marina, que se apresentou durante o evento Fashion’s Night Out, uma iniciativa da revista Vogue que mobilizou o comércio em várias cidades do mundo com programação de shows, DJs e performances. Aqui no Rio o evento aconteceu no Shopping Leblon.

17 de Setembro. (Glamurama.com.br) “O hotel Marina” – Marina Lima, que sopra velinhas nesta quinta-feira, resolveu festejar o dia com um roteiro de arte. Ela está em São Paulo e circula nesta tarde pelas exposições “Virada Russa”, no CCBB, e “Matisse”, na Pinacoteca. Mais tarde, encontra os amigos para um jantar. (por Joyce Pascowitch)

23 de Setembro. (Revista Estilo) “Noite de festa: a marca L’Oréal comemora 100 anos de vida e meio século de atuação no Brasil” – Ontem, a programação das diretoras e editoras das publicações femininas da Editora Abril foi um pouco diferente da correria habitual. É que, por volta das 20:00, em vez de continuarem plugadas em seus computadores cuidando do fechamento de suas revistas, todas elas apertaram o off e se deslocaram para o mesmo lugar: o espaço de eventos O Leopolldo, onde aconteceu a festa de 100 anos da L’Oréal. A marca, que começou sua história como fabricante de colorações para cabelo, hoje é muito, muito maior. Grandes grifes agora fazem parte do grupo – como Lancôme,  Kérastase, La Roche-Posay, Yves Saint Laurent e Colorama, além da própria L’Oréal Paris – e, além das tradicionalíssimas tinturas, a empresa produz xampus, condicionadores e leave-ins, tratamentos para o rosto e para o corpo, maquiagem e perfumes. Ah, quase me esqueço de contar que a comemoração no Brasil é dupla: neste ano estão se completando os 50 anos da L’Oréal no país. Um jantar caprichado nos esperava na recepção, que foi luxuosa. Flores por todos os lados, música supergostosa e, cerejinha do bolo, um pocket show da MARINA para finalizar. No final da noite, todas foram embora com o espírito leve  – e torcendo para que os próximos anos da L’Oréal no Brasil sejam tão bem sucedidos como esse primeiro meio século. (por Maria Cecília Prado)

Outubro. (Livrariacultura.com.br) “Marina Lima mostra seu talento na escrita e apresenta alguns títulos que conquistaram sua atenção e a inspiraram” – Os gregos dizem que é preciso tornar a própria vida uma obra de arte. É com essa máxima que a cantora Marina Lima, aos 54 anos, lança em novembro seu primeiro livro: Marina Lima entre as coisas. Em entrevista à Revista Cultura (Edição 27) deste mês, a cantora falou da obra que conta com uma coletânea de artigos, entrevistas, partituras, letras de músicas, fotos e CD com duas canções inéditas, que desnudam a intimidade da cantora. “A expressão maior vem por meio da música. Mas sou muito ambiciosa e quero traduzir minha vida, mostrar aspectos relevantes que revelem a forma particular que tenho de ver e ser no mundo.” Marina, que sempre se posicionou abertamente sobre diversos temas – incluindo política e sexualidade – não se incomoda em ser chamada de formadora de opinião. “É sinal de que as pessoas estão interessadas no que tenho para mostrar.” Para ela, a sociedade ainda está desacostumada ao diferente, ao novo. “Caetano cantou anos atrás [Sampa] que ‘Narciso acha feio o que não é espelho’. Essa frase é genial e serve para qualquer aspecto. As pessoas acham feio o que não se parece com elas. O mundo não está acostumado a olhar as diferenças, então, se meu trabalho ajudar a entenderem que o que não é espelho existe e é direito de cada um, vai ser bom.” Entre as coisas apresentará uma Marina bem humorada, “A vida sem humor não vale a pena. Ele é o tempero essencial que me faz seguir adiante com um interesse enorme pelo que acontece fora do meu universo. Sou muito curiosa e gosto de contar coisas que me dão alegria, com inteligência e ousadia. O leitor vai conhecer alguém da música popular do Brasil que não se enquadra no popular nem no óbvio brasileiro.” Além do livro, a cantora lança, em 2009, DVD com o show Primórdios e prepara álbum previsto para 2010. Já com a literatura, Marina conta que o que a interessa mesmo é continuar lendo. Base para sua formação, a cantora revela os livros que estão “entre suas coisas”. (autor desconhecido)

2 de Outubro. (Revista Caras – Edição 830) “Um brinde à beleza e feminilidade” – Ícones de beleza, Luiza Brunet (47) e Grazi Massafera (27) mostraram porque são algumas das estrelas da L’Oréal. Na celebração dos 100 anos da marca no mundo e 50 anos de Brasil, que aconteceu dia 22 de setembro no Leopolldo Itaim, na capital paulista, a dupla esbanjou charme e simpatia. (…) Para encerrar a noite, a talentosa Marina Lima (53) subiu ao palco. “Vou cantar poucas músicas para, quem sabe, embelezar mais um pouquinho esta noite”, disse a cantora, que incluiu em seu repertório os clássicos “Virgem”, “À Francesa” e “Charme do Mundo”.

9 de Outubro. (Glamurama.com.br) “Universo particular” – Marina Lima Entre as Coisas, o tal primeiro livro de Marina, que Glamurama já vinha anunciando que iria acontecer, está à beira de chegar às lojas. O lançamento está marcado para novembro – segundo ela própria informou em uma entrevista para a Livraria Cultura. “Sou muito ambiciosa e quero traduzir minha vida, mostrar aspectos relevantes que revelem a forma particular que tenho de ver e ser no mundo”, ela disse. Para quem ainda não sabe, o livro vai trazer artigos escritos pela cantora, entrevistas, partituras, letras de músicas, fotos e até CD com duas canções inéditas. (por Joyce Pascowitch)

26 de Outubro. (DJsound.virgula.uol.com.br) “Marina Lima como DJ no projeto ‘Supernova’ no club Disco” – Os jornalistas Rosana Rodini e Jeff Ares realizam mais uma edição do projeto “Supernova” nessa quinta-feira, 29 de outubro, no club Disco. O projeto propõe nova música para as pistas paulistanas. Para essa segunda edição, a dupla convidou a cantora Marina Lima, que pela primeira vez em sua carreira faz set como DJ. Quem também toca na noite é a Lovefoxxx, a vocalista da banda Cansei de Ser Sexy, uma das mulheres mais cool do mundo segundo a bíblia da música indie, a revista inglesa NME. A neo DJ Deborah Falci e o produtor Pedro Igor Alcântara também são as atrações da noite. Pedro, alias, vai levar uma turma de amigos depois de exibir (no mesmo dia) o filme que ele produziu, “Insolação” (dirigido pelo Felipe Hirsch, filme que estreou no festival de Veneza esse ano), na Mostra de SP. Para completar, as estilistas da grife Gêmeas, Carol e Isadora Fróes Krieger, vão receber os convidados.

30 de Outubro. (Colunistas.ig.com.br) “Marina Lima discoteca na Disco” – A cantora Marina Lima, pela primeira vez, fez sua estréia como DJ durante o projeto “Supernova”, de Jeff Ares e Rosana Rodini, na quinta-feira no club Disco. LoveFoxxx, a vocalista da banda Cansei de Ser Sexy, também comandou as pick ups ao lado da neo DJ Deborah Falci e do produtor Pedro Igor Alcântara.

2 de Novembro. (Globo.com) Marina Lima foi prestigiar o amigo Edney Silvestre no lançamento de seu primeiro romance – “Se Eu Fechar os Olhos Agora” -, na livraria da Travessa do Leblon.

5 de Novembro. (Revista Quem) Marina Lima e Natália Lage participaram de evento de lançamento do carro Smart, que aconteceu no Rio de Janeiro.

9 de Novembro. (Revista Estilo) “Lançamento do Smart Center no Rio reúne famosos” – O Rio ganhou o mais novo Smart Center do país, espaço dedicado para exposição e venda do carro que compete com o mini-cooper em fofura e praticidade. Para comemorar, a marca fez um evento com muitos convidados especiais, bufê Aquim e champanhe. A cantora Marina Lima e a atriz Natália Lage marcaram presença no evento.

12 de Novembro. (Folha de São Paulo) Marina Lima – Especial para a Folha – “Suba era diferente de todos os outros” – Posso dizer que o Suba foi um divisor de águas nesta minha história com a música. Até então, tendo passado por algumas escolas diferentes de produtores musicais, havia optado por me enquadrar na escola “apolínea” do produtor Liminha. Sou virginiana: gosto quando a ordem se impõe ao inesperado, e com o Liminha era assim. E para mim era extasiante ver alguém tão esteta quanto eu. Suba me deu o contrário, o outro lado da moeda. Foi como entrar no mar num dia de ressaca -para mim, absolutamente irresistível (já fui salva algumas vezes, por não resistir a cair no mar em dias assim). (…) Suba foi um produtor muito importante para o Brasil. Os trabalhos que realizou aqui, com músicos e bandas que estavam em busca de outras sonoridades, são maravilhosos. Volta e meia ele me mostrava o que vinha fazendo com João Parahyba, Mestre Ambrósio, Bebel Gilberto. Tudo me soava vivo, inteligente. Lembro de uma matéria que a Folha deu em que ele contava suas diferentes impressões dos músicos brasileiros, com quem vinha trabalhando. Quando o repórter perguntou “e a Marina, como foi trabalhar com ela?”, Suba respondeu: “Ah, a Marina é Gucci, é alta-costura”. Ri muito. Sinto muita falta dele. E sei que, se estivesse vivo, estaríamos fazendo o diabo juntos. (por Marina Lima)

30 de Novembro. “Homenagem à Suba traz Marina Lima à São Paulo” – Suba foi o músico responsável pela introdução da música eletrônica como ferramenta na música pop no Brasil. E eu digo isso sem medo de errar. Claro que muito já se havia experimentado por aqui, mas ele foi o cara que mostrou como seria possivel fazer essa mistura com poesia e sutileza. Não por acaso ele foi responsável pelos excelentes resultados de Bebel Gilberto e Marina Lima nos trabalhos “Tanto Tempo” e “Pierrot do Brasil”. Diz a lenda que ele veio pra cá depois de fazer rodar o mapa mundi e apontar o dedo por acaso pro destino. Depois de ganhar uma bolsa da Unesco pra viajar pra qualquer lugar do mundo e estudar música local, esse iugoslavo, erudito e curioso, caiu aqui. Trabalhou com Mestre Ambrósio, Edgard Scandurra, Taciana Barros, João Parahyba e fez seu disco solo “São Paulo Confessions”. Nessa terça, dia 01 de dezembro, no Sesc Pompéia em São Paulo teremos uma noite incrível em sua homenagem. Uma noite idealizada e dirigida pela atriz e cantora Marisa Orth que vai dividir o palco com Marina Lima, Daniela Mercury e mais um tanto de bambas da nossa música pop que tiveram o privilégio de trabalhar com Suba. (por Patrícia Palumbo)

9 de Dezembro. (Gente.ig.com.br) “Marina Lima de malas prontas: cantora vai se mudar para São Paulo” – Marina Lima está de mudança para São Paulo. A cantora esteve na noite dessa terça-feira na inauguração da Pop Up Store da Pelu, de Heleninha Linhares – de quem anda cada vez mais próxima – e adiantou a novidade ao iG Gente: “Gosto da cidade, é estimulante, estou animada”. E 2009, como foi? “Foi um ano de muito trabalho, compus várias músicas novas, vou lançar um álbum com inéditas, o DVD do show “Primórdios” (gravado no Ibirapuera, e que teve cenografia de Isay Wienfeld) e o livro”. A cantora carioca se refere a “Marina Lima entre as coisas”, que finalmente sai em março. “É tipo um almanaque, para as pessoas conhecerem o mundo que me interessa: cantores, moda, livros, entre outros”, explica.

21 de Dezembro. (Isto É Gente) “Pelu no Iguatemi” – Além da vilinha nos Jardins, a Pelu, templo das meninas fashionistas de São Paulo, agora tem novo endereço. Até o dia 8 de fevereiro, os looks criados por Cacá Garcia também podem ser encontrados na Pop Up store do Shopping Iguatemi. Para marcar a abertura do novo endereço, Helena Linhares e Cacá armaram coquetel informal na terça-feira 8, embalado por animadas batalhas de iPods iniciadas por Dudu Linhares e Cássia Ávila. Marina Lima, que tem trocado cada vez mais o Rio por São Paulo, fez questão de prestigiar Helena. A sensação da noite foi Tatu, o mascote de Helena e da Pelu.

Anúncios